segunda-feira, 31 de maio de 2010

Alimentação Natural para Cães e Gatos!!!


Comecei a estudar sobre esse tipo de alimentação para cães e gatos depois que meu gato Léo (foto) passou por maus momentos devido a problemas renais. O Léo só pode comer alimentos naturais ou a ração especial da Royal Canin.

Vantagens!!!

Há muitos benefícios que seu cão ou seu gato receberá de estar em uma dieta crua, de acordo com alguns veterinários. Se você escolhe permitir que seu amigo tenha os ossos, a seguir alguns dizem que seus dentes permanecerão na melhor forma, e estarão mais limpos, do que aqueles em outras dietas. Isto poderia potencial significar menos dinheiro que você tem que gastar no cuidado dental no escritório do veterinário, que é considerado ser um bônus adicionado para você, proprietário.
Os sistemas digestivos de muitos cães e gatos podem melhor tolerar o alimento cru do que os alimentos comerciais que são enchidos com os subprodutos e os preservativos. Você igualmente não tem que preocupar-se tanto quanto sobre alergias de alimento potenciais, desde que você sabe exatamente o que está no alimento que você está dando a seu animal.
Uma outra opinião é que os cães e gatos que estão em dietas cruas reduziram significativamente o risco de se tornarem obesos, que pode causar muitos problemas de saúde sérios, apenas como faz para seres humanos. Estão comendo somente o que precisam, sem começo todos os enchimentos que muitos alimentos comerciais contêm, que cortou calorias adicionais.
Quando você pensa sobre a carne crua, você tem que pensar sobre os parasita e as bactérias, que poderiam ser potencial prejudiciais para seu cão. Certas carnes são mais perigosas do que outro, por exemplo carne de porco, mas geralmente, você deve ser aprovado. A carne e a galinha cruas geralmente não levantam nenhuma problemas para cães e gatos, contanto que for armazenada corretamente nas temperaturas corretas. Para os gatos, também são fornecidos carnes de peixes, que por sinal ele amam!!!
Se você está pensando sobre a colocação de seu cão sobre uma dieta crua, você precisa de tomar o momento de olhar toda a informação que você pode encontrar, e faz então sua própria decisão baseada em seus resultados. Não é certo que a dieta crua exige um compromisso de você o proprietário do cão ou de gato, ambos financeira, e tempo-sábio, se você não é preparado para aquele, ou que é a maneira que você quer ir, a seguir você pôde querer pensar sobre outras opções.


Segue um site a respeito:


sábado, 29 de maio de 2010

Lost dos Gatinhos

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Aluno Nota Dez!!!



Esta fofura que vocês estão vendo é o Bethovem. Aluno muito disciplinado e querido!!! O Bethovem é um cachorro que todos adorariam ter uma cópia. Educado, super companheiro, apaixonado por seu dono, brincalhão, totalmente sociável com as pessoas e com os outros animais e sem contar que está sempre cheiroso e adora se arrumar!!! Suas gravatas são um sucesso nos desfiles que ele faz na Avenida Hercílio Luz.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

A Importância dos passeios para o Cão!!!


Sabemos que é impressindível a necessidade de passeios diários para nossos cães.
Mesmo que você disponha um quintal enorme, ou que seu cão fique solto
dentro da casa, isso não é suficiente para o cão. Ter um quintal grande e estar o tempo todo com seu cão é realmente muito bom para ambos, mas após algum tempo sua casa e seu quintal não fornecem ao cão mais nenhum estímulo diferente como: farejar odores, estímulos visuais, sonoros e etc.Para um cão ser saudável fisicamente e emocionalmente, é necessário ser socializado.
O que acaba acontecendo com a maioria dos cães é que com o tempo o dono diminui a frequência dos passeios e muitos só saem de casa uma vez por ano para ir ao veterinário. Fato registrado por pesquisas.
Existem também aqueles donos que utilizam aquela velha desculpa de que se o cão for passear na rua vai pegar pulgas e carrapatos. Hoje em dia o mercado pet oferece uma grande quantidade de produtos para combater e prevenir esses parasitas.
Um cão que faz passeios diários tem mais qualidade de vida em vários aspectos. Veja abaixo alguns deles:


• Os Médicos Veterinários recomendam no mínimo uma hora de exercício por dia para que seu cão esteja bem de saúde e mais feliz (exceto algumas raças).

• Cães que passeiam com frequência estão menos sujeitos a desenvolver problemas de comportamento. Latem menos para outros cães e pessoas, não atacam qualquer coisa que encontram pela frente, não sentem medo de tudo ao seu redor, são mais confiantes e controlados diante de situações inesperadas e barulhos diferentes(socialização).

• Se seu cão começar a acumular energia e não tiver atividades ele pode passar a desenvolver comportamentos impróprios dentro de sua casa, como roer os móveis, fazer xixi pela casa inteira, latir para qualquer barulho, brincar com a roupa no varal, etc. Você já imaginou o que um cão com falta de atividade pode fazer em sua casa? Contratar uma Passeadora é mais barato do que ter que redecorar sua casa inteira, além de fazer seu cão mais feliz.

• Os odores que os cães encontram nas ruas funcionam como uma espécie de comunicação entre eles. Através desses odores eles podem identificar se o cão que passou por ali era macho ou fêmea, do que se alimentou, se tem alguma fêmea no cio, etc. Enfim, eles ficam sabendo das novidades do mundo canino do seu bairro.

• Cães que passeiam com frequência estão menos sujeito a obesidade.

Dizer simplesmente que não tem tempo para levar seu cão para passear também não funciona mais, pois hoje o mercado dispõe de Dogwalkers ou Passeadores(as) de cães.
Com o serviço de uma Passeadora Profissional você terá garantias fundamentais para o seu cão. Uma Passeadora Profissional está atenta as diferenças de cada cão, considerando a raça, idade, sexo, personalidade e condicionamento físico, para proporcionar um atendimento profissional e personalizado. O objetivo é fazer dos passeios uma atividade divertida e segura.

A Dono do Dono oferece esses serviços através de passeios individuais ou pacotes com descontos de até 50%. Confira nossos serviços!!

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Método Moderno para Adestramento


Hoje em dia os cães ocupam um lugar privilegiado em nossa casa. Eles não são apenas animais de estimação, mas sim considerados membros da nossa família.
Essa proximidade também trouxe alguns problemas para o dono e seu cão.
Para conseguir conviver bem com um cão diariamente, muitas vezes embaixo do mesmo teto, é preciso conhecer suas necessidades e respeitá-las. Ao invés de simplesmente culpar seu cão por ser teimoso, dominador e bagunceiro, o dono precisa aprender a se comunicar claramente com ele.
Partindo desta necessidade, a procura por profissionais da área de adestramento e comportamento canino vem aumentando bastante. Muitos donos acabam desistindo de adestrar seu cão por não estarem de acordo com os métodos aplicados por alguns profissionais. O modelo moderno de adestramento o foco do condicionamento é a recompensa e não a punição. Isso quer dizer que é mais importante recompensar o cão pelos acertos do que puní-lo pelos erros. Assim o cão estará sempre disposto a aprender.Se o cão acertar, será recompensado com carinhos e/ou petiscos. Se errar, não será recompensado.

Resolvido o Problema do celular!!!

Pessoal,

já consegui recuperar o meu número de celular. Sendo assim, favor ligarem no 48 84461301.
Obrigada,

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Amanhã é dia de bater patas!!!

Para a alegria de muitos cães e gatos, amanhã é dia de Festa!!!

Festa de 3 anos da Cão Terapia – adote um patudo e seja feliz
Data: 22 de maio
Horário: a partir das 14h30
Local: Centro de Controle de Zoonoses – às margens da SC-401, ao lado do cemitério do Itacorubi
Contato: oba@obafloripa.org / (48) 9114-2537 begin_of_the_skype_highlighting (48) 9114-2537 end_of_the_skype_highlighting
Para conhecer os animais que aguardam adoção:http://picasaweb.google.com/projetocaoterapia
Mais informações: http://www.obafloripa.org/
Importante: Em caso de tempo instável, o evento será transferido para o sábado seguinte!

Segue fotos dos patutos da festa!!!







quarta-feira, 19 de maio de 2010

O que um cão precisa para ser feliz!!!

Sempre me faço esta pergunta. Assim como nós humanos precisamos de diferentes estímulos para nos sentirmos felizes, os cães também têm suas peculariedades e necessidades diferenciadas entre raça, tamanho, comportamento, e assim vai...
Ou seja, alguns gostam mais de petiscos, outros de brinquedos, outros de colos, para outros apenas carinho já é o suficiente, mas o que todos gostam com certeza é, companhia..Claro que isso só não basta.Resolvi colocar palavras importantes para o cão e trazer para a prática. Algumas necessidades diárias dos nossos amigos.

Lembrando que todos os cães precisam de abrigo de chuva, sol e vento, comida de qualidade na quantidade adequada a raça, idade e tamanho , água fresca e tratamento veterinário sempre quando necessário.

CHEIROS - Todos os cachorros utilizam o olfato para conhecerem e entenderem o mundo. Aliás, o focinho é o primeiro sentindo disposto no filhote. É através do cheiro que ele conhece sua mãe e seus irmãos. Através do cheiro que o cachorro deixa pelo caminho no xixi, o próximo cão que por lá passar vai saber todas as características do anterior, como idade, sexo, peso, tamanho. Digamos que o cheiro é algo como o RG do animal. Portanto, doninho (a), não puxem mais seu cão quando o mesmo tentar cheirar vestígios de xixis ou o rabo de outro cão.

CAMINHADAS - Também conhecida por passeios, são essenciais para a socialização e saúde do animal. Não esquecendo de usar acessórios como guias, coleiras e saquinhos pra limpeza do coco. Outro fator importante é que cachorros que costumam passear pelo menos três vezes na semana, o ideal são todos os dias, não criam neuroses de latir por qualquer coisa, não fica com medo de barulhos diferentes e se acostuma com todos os tipos de estímulos externos sem traumas.

RECOMPENSA - Sempre que seu cão fizer algo legal, recompense-o no momento exato. O cão não sabe o que é certo e errado. Você é que precisa ensiná-lo, então ensine-o com recompensa positiva, como carinhos, petiscos e palavras.

SER - Todo cão precisa ser cuidado, ser tratado, ser alimentado, ser acompanhado, ser importante na família, ser amado e enfim ser o cachorro dos seus sonhos. só assim, ele vai se sentir parte integrante da família.

ESTAR - Estando n companhia de pessoas que ele confia, ele será feliz!!! Todo cachorro adora participar e estar presente em todos os momentos agradáveis da família. Como ter um cantinho cativo em baixo da mesa na hora do jantar, correr em volta de todos que estão com ele no quintal da casa, passeios, brincadeiras e exercícios com a atenção de seu dono é muito importante para a felicidade do cão.

AMOR - Acho que este nem precisa explicar, amar e amar com a mesma profundidade que ele te ama. Ou pelo menos uma parte, já é o suficiente para este amigo completo.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Problemas com o Celular


Pessoal,


nesta manhã de terça feira perdi meu aparelho celular. Infelizmente não consegui encontrá-lo, sendo assim, pedi o bloqueio do número para transferência de chip. Até sexta feira já estarei com o número em mãos.

Qualquer coisa, peço que liguem no fixo 48 33040295.



Agressividade X Dominância

É muito importante fazermos uma diferenciação clara entre dominância e agressividade.

Dominância

O cão dominante é aquele que sempre tem suas vontades atendidas. Essa dominância, porém, não necessariamente é feita de forma agressiva. Muitos cães dominantes são extremamente dóceis e simpáticos. Daí a razão de raramente conseguirmos dizer NÃO a eles. E toda a questão de dominância se resume nisso: quem é que decide. E quando a vontade que prevalece é a do cão, e não a do dono, temos uma situação clara de cão dominante, e que nada tem de agressivo.

Quando falamos em dominância estamos falando do temperamento do cão. Um cão que sabe ser um bom líder.

Na Matéria “Quem é o Chefe?” eu faço uma análise mais profunda deste tipo de dominação, e mostro como isso é muito mais comum do que se imagina.

Agressividade

Agressividade é o tipo de reação que um cão apresenta. É a forma com que este cão responde aos estímulos externos: age de forma violenta; impulsiva; exagerada. A Agressividade, como escrevi no artigo anterior, pode ser detonada por várias razões, como medo, possessividade, e (também) dominância.

O Papel do Proprietário

A base para uma história com final feliz é saber escolher bem a raça do cão que você quer ter. Conhecer o temperamento de cada raça é fundamental para uma escolha bem feita. Tudo é importante: se é uma raça agitada ou não (cães muito ativos ficam tremendamente ansiosos ao lados de donos muito sedentários); se é uma raça fácil de se educar ou não; se costuma ser agressivo ou não, etc. O ideal é que você escolha a raça mais adequada ao seu temperamento e ao seu estilo de vida. Se você é marinheiro de primeira viagem deve evitar as raças mais teimosas como o beagle; cocker; teckel; pit bull, rottweiller, etc. Essas raças requerem donos experientes, que saibam se impor de forma incontestável.

Chegamos, então, à escolha do filhote. Ao chegar no canil, peça para que sejam separados os filhotes do sexo que você quer. Observe muito bem os filhotes, e repare em como eles se comportam.

  • Os filhotes mais audaciosos tendem a ser mais dominantes, exigindo uma postura muito clara de seu dono como líder. Devem ser evitados pelos principiantes. Podem tornar-se agressivos, se não forem devidamente treinados.

  • Os filhotes muito medrosos também devem ser evitados. Muitos deles acabam tornando-se agressivos. Como eles não confiam em seu líder para garantir a segurança da matilha, tomam decisões sem serem aptos para tal. Não sabem avaliar uma situação de perigo real, e tornam-se até mais perigosos que os cães dominantes, pois estes dominam a situação, o cão medroso não. Ele ataca às cegas.

  • O ideal é que se escolha os filhotes que tenham um comportamento intermediário entre estes 2 tipos. Você pode até levar um “dominante-bonzinho”, mas dificilmente levará uma fera.

Depois de escolhido o filhote, vamos ver como e onde este filhote vai morar. É importante que este filhote possa ter espaço (e brinquedos) para brincar e se distrair; que tenha água e comida de acordo com seu tamanho e necessidade; que seja socializado com outros cães e humanos; e o mais importante: que ele receba muito carinho e sinta-se acolhido em sua casa.

Partimos, agora, para a questão da educação de seu cão. É muito importante que seu cão te obedeça; te respeite como líder; e saiba obedecer aos comandos básicos.

O mais importante, no entanto, é prestar muita atenção para não recompensar comportamentos agressivos do cão. São muitas as situações corriqueiras em que recompensamos comportamentos agressivos, sem nos darmos conta disso. Veja só algumas delas:

  • O dono vai colocar a coleira no cão, e este (assustado) ameaça morder, e o dono recua o braço, fazendo com que a ação pare. Este dono acabou de ensinar ao Lulu, que a situação que o assustava acabou quando ele ameaçou morder o dono. Adivinha o que ele irá fazer quando se sentir assustado de novo?

  • O proprietário sai para passear com seu cão na rua. Toda as vezes em que o cão reage agressivamente à aproximação de outras pessoas ou animais, o dono afaga o cão dizendo “... amigo...” ou “... calma...”, etc. Este cão entenderá que está sendo recompensado por agir agressivamente. Terá certeza de que é este o comportamento que seu dono quer dele, afinal o recompensa sempre que age assim.

  • Você está com um alimento qualquer nas mãos (até mesmo biscoito canino), e seu cão pula em você, arrancando o que você tinha na mão. Mais uma vez vemos um cão que foi recompensado por um ato violento: ele ficou com o alimento. Mesmo que depois você tire o alimento da boca dele, a imagem que fica, pra ele, é a de que ele pode roubar sua comida, arrancando-a de você.

Enfim, toda vez que o cão é recompensado por ter uma atitude agressiva, contribui para um comportamento nocivo. E a máxima “é melhor prevenir do que remediar” aqui também cabe. Todo comportamento agressivo do cão deve ser contido com veemência.

Se seu cão rosna para outro na rua, dê um tranco na guia dele e diga NÃO! Continue dando trancos, até que ele se acalme. Então afague-o.

Socializar o filhote é a melhor maneira de combater a agressividade dos cães. Na matéria “Socialização de Cães” eu explico com mais detalhes como funciona este processo

Você deve ficar bastante atento ao comportamento de seu cão, durante o seu crescimento. Se ele der sinais de agressividade antes dos 6 meses de idade, você deve procurar um especialista em comportamento. Só ele poderá avaliar o real grau de agressividade que seu cão apresenta, ou não. Uma atitude agressiva na idade entre 6 meses e 1 ano é bem mais aceitável, desde que dentro de limites claros: se o cão fere alguém intencionalmente, é hora de procurar o especialista.

A grande dificuldade da resolução deste problema, é que na maioria das vezes o proprietário do cão demora muito a reconhecer o quão agressivo seu cão é. E quando percebe, já é tarde demais. Estes proprietários acham tal comportamento normal, principalmente se esses cães forem cães de guarda. Mas lembre-se: o fato dele se rum cão de guarda, não lhe dá autorização para ser violento. O cão de guarda deve ser violento com quem nos ataca. Mas com os donos, ele deve ser leal e obediente!

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Coelhos também são bichinhos de estimação


“Pequeno coelho, – disse ela – sério que não sabe quem sou? “O Coelho ergueu os olhos e lhe pareceu tê-la vista antes, mas não conseguiu lembrar onde. “Eu sou a Fada madrinha do quarto das crianças – disse ela - e cuido de todos os brinquedos que elas amaram. Quando ficam velhos e estragados, e as crianças não precisam mais deles, Eu chego e os levo embora comigo e então os transformo em criaturas reais.” “Mas eu já não era real antes?” - perguntou o Coelho. “Você era real para o menino, porque ele te amava – respondeu a Fada – e agora você será real para todos”.

Texto original: The Velveteen Rabbit or How Toys Become Real – Margery Willians.

Nós temos um sonho...
...Que todos os coelhos recebam o respeito e o amor que merecem. Na realidade, não existem Fadas que lhes protegem, mas apenas os nossos cuidados, as nossas mãos, o nosso empenho, o nosso amor. Ajude-nos a salvar e cuidar quem não foi amado e respeitado. Una-se a nós para dar uma nova vida a quem por muito tempo foi negligenciado e tratado como um objeto esquecido. Não existem Fadas, apenas as nossas mãos e o nosso coração para mudar o destino de dezenas de coelhos que sofreram e foram abandonados.

Seja um voluntário pela causa dos coelhos! Você pode ajudar doando rações, contribuindo com as castrações, adotando um coelho virtualmente (doando um valor mensal para pagar as despesas com alimentação e veterinário), cuidando de coelhos até sua adoção...
Escreva e informe-se como você pode ajudar:
email: adoteumorelhudo@gmail.com ou acesse http://www.doteumorelhudo.com e curta esta experiência!!!

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Consultoria para Comportamento Canino


Este tipo de serviço já existe e pode ser contratado por qualquer pessoa que esteja passando por problemas de adaptação de seu cão na casa e/ou família.

Este profissional é muito útil para pessoas que queiram um cachorro ou já estão com o cachorro em casa e nao estão sabendo lidar com tarefas como: Ensinar a fazer as necessidades no lugar correto, latido, aceitação de outros cães e outros problemas. O papel desse profissional é analisar os relatos dos humanos e o comportamento do cão, logo ele dará algumas recomendações e orientações quanto a psicologia canina e comportamental do peludo. Vale a pena investir para viver mais tranquilo com o seu animal e entendê-lo para se fazer entender!!!

terça-feira, 11 de maio de 2010

A verdadeira Idade de seu cãozinho


Todo mundo tem curiosidade em saber a verdadeira idade biológica do cão.
É muito bom mantermos essa curiosidade em aberto, porque as pessoas sempre vão estar interessadas em descobrir o que é a vida do cão, relacionadas com a vida do humano, através do desenvolvimento de tabelas e programas como os que estão mencionados abaixo, que medem o quanto voce é velho comparado com a idade dele e vice-versa, etc.
Alguns dizem que cada ano do cão equivale a sete anos do humano.
Outros dizem que os 2 primeiros anos do cão equivalem, cada um, a 5 anos do humano, e o restante dos anos equivalem a 7 do humano.
Na verdade, a equivalência não é assim tão exata. As tabelas abaixo mostram a idade do cão comparativa à idade do humano.
Porém, nunca não podemos nos esquecer que o cão também tem desenvolvimento psicológico e emocional como os humanos e muitos se aproveitam da boa índole, inato nos cães, para incutir-lhes os maus hábitos inatos no humano, através do adestramento.



Idade do Cão - Idade do Humano
2 meses - 14 meses

6 meses - 5 anos

8 meses - 9 anos

12 meses - 14 anos

18 meses - 20 anos

2 anos - 24 anos

3 anos - 28 anos

4 anos - 32 anos

5 anos - 36 anos

6 anos - 40 anos

7 anos - 44 anos

8 anos - 48 anos

9 anos - 52 anos

10 anos - 56 anos

segunda-feira, 10 de maio de 2010

A importância do banho de sol para cães e gatos


Banho de sol tem a finalidade principal de estimular uma vitamina, existente na pele, através dos raios ultravioleta, transformando-a em vitamina D. Essa vitamina participa no aproveitamento do fósforo e cálcio, possibilitando adequado crescimento dos ossos, prevenindo uma doença chamada raquitismo. O raquitismo é uma doença que causa deformidades ósseas. O banho de sol deve ser dado sempre que possível em seu bichano. O melhor horário para o banho de sol no horário da manhã até as dez horas ou à tarde após as quinze horas A progressão e duração dessa exposição deverá ser de acordo com a reação da pele, medida pelo rubor de cada dia. Embora seja indicada a exposição por trinta minutos diários, se isso não for possível, mesmo períodos menores ajudam a assegurar as necessidades mínimas de vitamina D.
Para animais de pouco pelo ou pele clara, é necessário colocar protetor solar. Existem alguns produtos já específicos para animais.
Indicado para regiões como focinho, orelhas, abdómen e bolsa escrotal, além de animais de pele clara ou despigmentada e com pouco pelo, o Protetor Solar contem formulação especial em forma de loção, o que facilita a aplicação e acelera a absorção do produto.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Homenagem para as Mães


A Dono do Dono não pode deixar de homenagear a todas as mães e futuras mamães, sejam elas mães de bichos ou de pessoas, mãe é mãe. eu acredito que muitas pessoas se consideram mães de bichos pelo fato de que a forma de amar é que faz sentirmos mãe.

Eu tenho um filho e tenho e já tive vários animais, como: cachorros, gatos, vaca, chinchila, porco da índia, coelho, passarinho, peixe, pombo e deve ter mais algum que não lembro no momento. Todos eu amei com amor maternal. Cuidando para não ficarem doentes, ensinando, disciplinando, brincando, enchendo de dengo... Lógico que sabemos que um filho humano nos trás responsabilidades e recompensas superiores, mas amar é amar. Não importa a língua, idade, raça, espécie, tamanho, forma de ser... é amar. Algo simples e ao mesmo tempo complexo. Lindo e instintivo para toda mulher. Esta forma de amar pra mim foi o melhor presente que Deus poderia ter dado para todas as fêmeas.


Feliz dias das mães a todas aquelas que se identificaram ou não com os meus dizeres!!!


Ps: Esta foto é da minha mãe amando maternalmente meu cachorro Pingo. Uma perfeita de cachorro!!!

A moda para Pets no Brasil


A Pet Fashion Week que acontece em Tóquio e Nova York com sucesso absoluto, aterrisou aqui no Brasil e apresentou novidades internacionais e brasileiras do segmento, entre os dias 24 e 25 de abril, em São Paulo.
O evento, além de oferecer inovações nos segmentos de moda, tosa e lifestyle, pretende divulgar e reforçar o universo pet no Brasil.
De acordo com o Euromonitor International, que é uma espécie de controle dos mercados globais, o segmento pet cresce por ano 12% e movimenta cerca de 65 bilhões de dólares. Só o Brasil movimenta mais de 9 bilhões, ficando em segundo lugar no ranking mundial.
A Pet Fashion Week São Paulo foi aberto ao público, com ingressos no valor de R$35,00 e foi permitida entrada de pets.


Com aprovação unânime de lojistas e público, vai acontecer uma vez por ano!!! Não podemos perder a próxima edição!!!

quinta-feira, 6 de maio de 2010


src Music src Lista
Music Playlist em MixPod.com

Como ensinar meu cão a não pular?


Este é um problema muito fácil de ser resolvido, a dificuldade só existe quando os proprietários tentam corrigi-lo da maneira errada. Ao longo da convivência, os cachorros aprendem que pular nas pessoas é uma das melhores táticas para conseguir atenção. A maioria dos proprietários passa anos dando broncas no cão para que ele pare de pular e não entende por que ele não pára… A explicação é simples: quando o dono dá bronca no cachorro, também está dando atenção a ele. O grande truque é punir o cão sem lhe dar atenção. Por exemplo: quando chegar em casa e ele pular em cima de você, simplesmente ignore-o e continue andando. Só lhe dê atenção quando ele estiver com as quatro patas no chão. Repita o exercício várias vezes e ignore o cachorro completamente até que ele permaneça no chão, só então se agache e faça carinho nele. Uma outra saída é segurar as patas da frente do cão assim que ele pular em você. Espere um pouco até que ele se sinta incomodado. Segure firme, mas não o machuque. Comece a andar na direção do cão, obrigando-o a andar pra trás. Solte-o e diga “Chão” seriamente. O segredo é não falar nada e nem olhar para o cachorro até o momento de soltá-lo.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Guia de Nomes de Animais


Hoje adquiri um exemplar do Guia de nomes para bichos da editora OnLine. além de vários nomes e seus significados, o guia também traz coisas referente ao histórico dos nomes; originalidade; Como fazer a escolha corrata do nome; Mudança de nome; Posse e Responsabilidade; Numerologia dos Pets e outros.


Segue abaixo uma relação de nomes e seus significados e origem:

Ariel - Leoa de Deus; Hebraico

Babi - Variação de Bárbara; Latina

Belinha - Diminutivo de bela; Latina

Cacau - pó soluvel feito com semente de cacaueiro, materia prima para a fabricação do chocolate; Latina

Chiquinha - diminutivo de Francisca; Latina

Dalila - Mulher fraca, dócil; Hbraica

Dara - Coração da Sabedoria; Latina

Fifi - Diminutivo de Filomena; Grega

Hanna - Graça; Hbraico

Jully - Variação de Juliana; Inglesa

Kitty - Gatinho; Inglesa

Laika - Que ladra; Russa

Lessie - Menina; Escocesa

Lili - Diminutivo de Lilian; Hebraíca

Lisa - Diminutivo de Elizabete; Português

Malu - Apelido de Maria Luiza; Português

Miucha - Apelido de uma famosa cantora brasileira

Neguinha - Diminutivo de negra

Nikita - cariação de Nicky; Germânica

Nina - Menina; Italiana

Pandora - Dotad de tudo; Grega

Pituca - Pequena; Brasileira

Polli - Diminutivo de Poliana; Latina

Rebeca - aquela que une; Hebraica

Samanta - A ouvinte; Aramaica

Shakira - Cheia de luz; Árabe

Susi - Apelido de Susana; Inglesa

Tina - Diminutivo de Cristina; Latina

Vida - Existência; Latina

Wendy - Amiga; Inglesa

Xenos - Estrangeiro ou hóspede; Grego

Zan - Personagem da hanna Bárbara



terça-feira, 4 de maio de 2010

Cães que mordem


Os cães podem ser agressivos por uma série de razões: de um acesso de fúria a uma brincadeira jovial. Instinto de defesa, proteção do território, dor, até mesmo o instinto de reprodução, tudo pode causar um comportamento agressivo. Cabe a todo proprietário saber a diferença, pelo bem e pela segurança de todos. Não é preciso muito para instigar um cão agressivo a chegar ao ponto de morder ou atacar um membro da família ou um vizinho. Porém, existem estratégias para deixar seu cachorro amigável e sociável. Aprenda como.
Com lidar com um cão que mordeAs bocas dos cachorros podem ser comparadas com as mãos dos humanos: elas são a maneira pela qual os cães interagem com o mundo e o analisam. Os cachorros mordem por vários motivos, incluindo raiva, defesa própria, afeto e brincadeiras. Essas causas são fáceis de confundir porque o resultado final é sempre o mesmo. Não importa a razão pela qual seu cão tenha uma tendência a morder, existem maneiras de evitar que ele faça isso com as pessoas e com outros cães.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Meu cão não come ração. Como Acostumá-lo?




De maneira geral a ração industrializada é o meio mais simples, eficaz e recomendado para alimentar os cães. São práticos para os donos e contém todos os nutrientes de maneira balanceada para que o cão se desenvolva bem.O principal obstáculo para que o cão se acostume com a ração - exceto nos casos em que alguns raros cães são alérgicos a algum ingrediente - é o proprietário, que sente ´culpa´ por obrigar o cão a comer ração.E como os cães são mestres na arte do drama, enquanto ele perceber que se fizer escândalo ou greve de fome ao lado da mesa vai ganhar alguma coisa diferente não vai querer comer a ração mesmo. Nunca se viu um cão morrer de fome numa casa em que tenha comida! Portanto, o caso é criar o hábito.Se ele sempre comeu comida caseira, o ideal é ir misturando ração e comida e aos poucos ir diminuindo a quantidade de comida e aumentando a ração. Fixar horários de alimentação também é essencial. Forneça a ração duas vezes ao dia - para cães adultos - e caso ele não coma, simplesmente tire o prato. Na próxima vez ele vai pensar melhor.Evitar dar petiscos fora dos horários das refeições também é um bom começo.

Presente para a mamãe!!!